21/09/2017
Exame De Suficiencia CFC
Avaliação aplicada pelo Conselho Federal de Contabilidade ocorre duas vezes por ano
 
Com uma taxa de reprovação de 75% na última edição, o Exame de Suficiência do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) representa um desafio para boa parte dos profissionais do setor: sem a aprovação na avaliação, não é possível obter o registro junto ao órgão contábil, considerado um grande diferencial no mercado de trabalho. 
 
“Profissionais que atuam sem o registro do CFC encontram maiores dificuldades em processos de promoção, movimentação ou até na atuação em relação a profissionais devidamente preparados e regularizados”, alerta Alessandra Aparecida de Souza Mieldazis, responsável pela coordenação do Bacharelado em Ciências Contábeis do Senac EAD.   
 
Alessandra explica que a conquista do registro junto ao conselho tem sido o maior motivo relatado pelos alunos que ingressam no curso. “Praticamente metade desses alunos está cursando a segunda graduação, todos motivados pela demanda do mercado em que já atuam e pelas novas oportunidades de promoção anteriormente não conquistadas pela falta do registro”, afirma.
 
E o objetivo dos estudantes tem sido alcançado. “A última edição do exame de suficiência apresentou resultados assustadores em âmbito federal. Em números absolutos, são 35 mil bacharéis não habilitados a exercer a profissão. Em contrapartida, todos os alunos do Senac EAD foram aprovados no exame de suficiência, inclusive os que ainda estão cursando o último ano”, afirma a coordenadora.
 
O bom desempenho dos alunos é reflexo dos conteúdos e acompanhamentos que possuem ao longo da jornada educacional. Além de terem componentes curriculares que dialogam com todas as áreas do exame, o curso oferece atividades preparatórias tanto no semestre letivo como no período de férias.
 
Uma delas é a Oficina de Treinamento, que trabalha com um grande banco de questões do exame com respostas comentadas e relacionadas ao material das aulas ministradas anteriormente.  
 
As turmas ainda contam com o Plantão CFC, na qual uma equipe de docentes, de cada área tratada no exame, fica à disposição para esclarecimento de dúvidas por meio de fóruns e webconferências 15 dias antes do exame.
 
Estratégia
Para Alessandra, o primeiro passo para ter um bom desempenho no Exame de Suficiência do CFC é realizar uma leitura minuciosa do edital, que traz todas as áreas e assuntos que serão abordados na avaliação.
 
Em seguida, é importante pesquisar as edições anteriores, que ficam disponíveis no site do próprio conselho, para solucionar as questões já abordadas anteriormente. Isso faz com que o candidato se familiarize com o modelo da prova. “O fator surpresa atrapalha muito no momento do exame. O candidato que não treinar utilizando questões de edições já realizadas certamente encontrará maior dificuldade em ambientar-se com o modelo. Por isso, é indicado sempre simular um dos exames anteriores analisando grau de conhecimento e tempo para resolução”, orienta.
 
A coordenadora ainda alerta para pequenos detalhes que podem fazer uma grande diferença no dia do exame, como conferir os materiais e documentos que devem ser levados para a prova, simular o percurso e tempo de deslocamento até o local da prova para chegar, no mínimo, com 30 minutos de antecedência.  
 
“No dia anterior, evite ingerir bebidas alcoólicas e não se arrisque com novidades gastronômicas ou com alimentos considerados de difícil digestão. Descanse e garanta uma boa noite de sono. Para o dia da prova, priorize roupas e calçados confortáveis, além de levar líquidos para hidratar-se”, completa.  
 
Confira o portfólio completo de gestão oferecido pelo Senac EAD.


Leia também:

Tecnologia reduz distância física e aproxima pessoas que cursam EAD


Saber gerenciar o próprio tempo é essencial para estudar a distância