19/06/2018

contabilidade

“Toda e qualquer organização, seja de que porte for, com ou sem fins lucrativos, precisa, por imposição legal, de um profissional contábil que, no mínimo, seja responsável pelas informações contábeis e fiscais dessas organizações, fato que, por si só, já indica um número expressivo de oportunidades de trabalho”, afirma Alessandra Aparecida de Souza Mieldazis*, coordenadora do Bacharelado em Ciências Contábeis do Senac EAD.

Ela menciona, ainda, as várias funções que podem ser exercidas por esse profissional e um mercado de trabalho que deverá ser mais ampliado e promissor. Confira a entrevista com Alessandra, que também é mestre em Administração e especialista em Controladoria e Finanças.


Qual o papel do bacharel em ciências contábeis? 

O papel desse profissional é dos mais relevantes dada a importância do objeto de estudo dessa ciência que é o patrimônio das organizações. Qualquer que seja a função exercida pelo profissional contábil, ele estará, direta ou indiretamente, colaborando para que esse patrimônio se mantenha saudável, disponibilizando informações confiáveis e tempestivas para seus administradores e demais usuários interessados.

O contador viabiliza as tomadas de decisões, os controles internos e evidencia possíveis riscos, de forma a permitir que tais organizações gerem benefícios econômicos, sociais e ambientais para toda a sociedade. 

Quais habilidades que esse profissional deve desenvolver?

O profundo conhecimento técnico, visão multidisciplinar e organização são algumas das habilidades necessárias para o exercício da profissão contábil. A busca incessante por atualização também se faz necessária considerando o dinamismo normativo da área e o contexto globalizado no qual ela se desenvolve.

Quais as principais áreas de atuação?

A atuação desse profissional é ampla em diversas áreas como auditoria contábil, fiscal e interna, controladoria, compliance, consultoria, perícia, pesquisa, educação, conferencista, redator. Há ainda setores específicos que necessitam de profissional capacitado como o setor público, agronegócio, terceiro setor, instituições financeiras, ambiental entre outros.

Quais as tendências para esse mercado no Brasil?

Como todas as demais profissões exercidas no mundo atual, a profissão contábil está sujeita às constantes mudanças consequentes dos avanços tecnológicos, principalmente no que se refere às tarefas cotidianas de escrituração e geração de informações fiscais.
Nesse contexto, o mercado tenderá a absorver os profissionais que busquem uma formação sólida.

Tal formação necessita privilegiar a contabilidade como ciência, usar recursos tecnológicos para ampliar suas capacidades de análise e interpretar os dados de maneira a auxiliar - de forma efetiva - a gestão dos patrimônios das organizações.   

Qual o principal desafio dessa profissão na atualidade?

Conscientizar-se do seu papel na gestão das organizações superando a tradição mecanicista do exercício da profissão. Envolver-se, efetivamente, na atuação dinâmica, tempestiva e eficaz de compilação e interpretação inteligentes dessas informações e atuar como elemento indispensável no processo decisório das organizações.

  

Alessandra Mieldazis* é coordenadora do Bacharelado em Ciências Contábeis do Senac EAD, docente e pesquisadora. É mestre em Administração, especialista em Controladoria e Finanças e contadora certificada pelo Conselho Federal de Contabilidade.

 

Conheça o curso Bacharelado em Ciências Contábeis outros cursos de graduação do Senac EAD.